Molhadinho é mais gostoso: o que são e os 3 tipos mais comuns de lubrificantes para o sexo

7 minutos para ler

Na hora de proporcionar prazer mútuo, é importante buscar opções de produtos eróticos que deixem a relação bem confortável. Assim, tudo transcorrerá de forma mais relaxada, sem que pequenas lesões estraguem a experiência. Saiba que os tipos de lubrificantes disponíveis no mercado cumprem bem essa tarefa.

Apesar de estarem bastante associados à prática do sexo anal, a verdade é que os lubrificantes oferecem outras possibilidades muito interessantes para o casal. Quem deseja alcançar o máximo de prazer, portanto, não deve deixar de experimentá-los. Tenha certeza de que você e seu parceiro — ou sua parceira — vão amar.

Pensando nisso, preparei um post especial sobre o assunto. Nele, vou mostar o que são lubrificantes, por que são importantes, quais os tipos e os cuidados necessários ao utilizá-los. Veja!

O que são os lubrificantes?

Como o próprio nome sugere, são produtos que servem para lubrificar a região aplicada, facilitando o deslizamento. Eles são utilizados tanto no sexo como na masturbação. Desse modo, fica mais fácil e confortável manipular o pênis e a penetração se torna mais prazerosa, por exemplo.

É importante diferenciar o lubrificante do produto conhecido como gel sensual. Enquanto o primeiro tem como principal objetivo proporcionar o deslizamento e reduzir o atrito em uma relação sexual, a segunda opção é empregada, geralmente, para erotizar a situação, como na realização de massagens no parceiro durante as preliminares.

Os lubrificantes existem em diferentes modalidades, em forma de produtos comestíveis e beijáveis, por exemplo. Além disso, tanto eles como os géis melhoram a intimidade do casal, já que existe a possibilidade de que uma pessoa passe o produto diretamente na outra, conferindo sensações deliciosas.

Assim, as pessoas podem sensualizar toda a relação com massagens e estímulos diversos ao parceiro. O casal passa a experimentar coisas diferentes nas preliminares, beneficiando-se da redução do atrito na região onde o produto é aplicado. O pênis, por exemplo, é manipulado de forma mais tranquila, diminuindo a sensibilidade.

Caso o lubrificante não venha acompanhado de uma indicação específica, a utilização é unissex. Porém, os produtos dedicados ao público feminino devem ser utilizados apenas em mulheres. Isso porque a formulação é desenvolvida especialmente para o uso na região íntima delas.

Qual é a importância dos lubrificantes?

Os lubrificantes atendem a diferentes necessidades. Os produtos sem hormônios (fabricados à base de água), por exemplo, são utilizados para facilitar a vida das mulheres que não contam com muita lubrificação natural ou que estejam lidando com enfermidades como diabetes, colesterol ou, até mesmo, a menopausa.

Todas essas doenças modificam a lubrificação natural. Além disso, existem aqueles casos nos quais a mulher não ficam lubrificadas por causa de relações sexuais apressadas demais. Isso ocorre principalmente quando não há preliminares. Para que tudo saia como o esperado e seja positivo para os dois, portanto, é importante caprichar nos momentos os quais precedem a penetração.

Como se não bastasse, os lubrificantes também são utilizados no sexo anal, uma vez que essa região não conta com lubrificação natural. Logo, o produto é indispensável para que esse tipo de relação ocorra da forma mais confortável possível.

Por conta de a região do ânus não contar com lubrificação produzida pelo próprio corpo, dispensar os lubrificantes aumenta as chances de que ocorram sangramentos, dores e desconforto generalizados.

Além disso, existem outros riscos na prática sexual com pouca lubrificação. Quando a vagina é penetrada de forma “apressada” pelo pênis (isto é, sem que as preliminares sejam atendidas), não ocorre o deslizamento adequado. Dessa forma, as mulheres acabam sofrendo com assaduras, cortes e fissuras, por exemplo.

Quais são os diferentes tipos de lubrificantes?

Confira, abaixo, quais são os tipos de lubrificantes e em quais situações são indicadas!

1. À base de água

Para o sexo vaginal, os lubrificantes à base de água são bastante recomendados. Existem até mesmo opções que contam com substâncias fitoterápicas, utilizadas principalmente para facilitar a penetração na região do ânus.

Os produtos à base de água ainda auxiliam na cicatrização da região, já que o ânus dilata à medida que ocorre a penetração. No caso do sexo vaginal, ele também é importante na hidratação e na deliciosa sensação de deslizamento, livrando a mulher de machucados diversos.

2. À base de silicone

Outro produto eficiente e facilmente encontrado no mercado é o lubrificante à base de silicone. Ele tem uma consistência mais densa em relação aos feitos à base de água e não reage ao látex dos preservativos, o que o torna uma opção especialmente segura para a utilização na hora do sexo.

Entretanto, a limpeza pode ser difícil de ser realizada, principalmente se a relação ocorre na própria casa. Isso porque eles podem manchar os tecidos de lençóis e de roupas que estejam por perto. Assim, é importante ter bastante cuidado na hora da aplicação e variar entre produtos de outra composição.

3. À base de óleo ou petróleo

Entre os diferentes tipos de lubrificantes, esse é mais raro. Sua fórmula conta com derivados que podem reagir ao contato com o látex das camisinhas. Além disso, a consistência é mais densa em relação às duas opções mencionadas anteriormente.

Quais são os principais cuidados na hora de utilizar o lubrificante?

Para garantir o prazer desejado, é fundamental tomar alguns cuidados básicos ao utilizar os diferentes tipos de lubrificantes. Preste atenção nas dicas a seguir!

Tire as suas dúvidas com um médico e com os fabricantes

As regiões nas quais são aplicados os lubrificantes apresentam maior sensibilidade, logo, é preciso um cuidado especial antes da utilização. Se você tem dúvidas sobre o uso, pode tirá-las com os fabricantes e os médicos. Esses últimos verificarão quais são as possíveis restrições para cada pessoa.

Não utilize lubrificantes feitos para outros fins

O lubrificante íntimo não é a única opção que existe, já que é possível encontrar produtos que possuem outras finalidades. Portanto, certifique-se de que você está utilizando uma mercadoria designada especialmente para fins eróticos.

Teste diversas opções

Não se deu bem com o primeiro produto que utilizou? Fez o teste e descobriu que ele causa reação alérgica? Como você já sabe, existem outras opções, dedicadas a diferentes perfis e finalidades. Sendo assim, experimente-as, até encontrar aquela de sua preferência.

Vimos que é possível encontrar variações interessantes, como produtos com ou sem aroma e, até mesmo, comestíveis. Eles são bastante procurados no mercado e sua eficiência para proporcionar conforto e prazer nas relações eróticas é comprovada. Portanto, experimente os vários tipos de lubrificantes até encontrar a alternativa perfeita para você.

E aí, gostou do post e quer saber onde comprar as melhores opções? Então, aproveite a visita e conheça os lubrificantes da Delicia Sexshop! Está esperando o que para aproveitar as nossas ofertas?

Posts relacionados

Deixe um comentário